03/06/2021

Apesar de ser a cidade do atual secretário estadual da Saúde, Beto Preto, Apucarana vem acumulando os piores índices de Saúde Pública do Paraná. E se destacando negativamente na imprensa nacional, pelo caso da falsa enfermeira e agora caso de variante indiana de Covid-19. O Canal 38 já havia alertado o alto índice de mortalidade na cidade.

Os telejornais nacionais repercutiram na manhã desta quinta-feira (3) a notícia sobre a confirmação do primeiro caso da cepa indiana de Covid-19 registrado no Paraná, em uma paciente de 71 anos, residente em Apucarana.

A mulher com comorbidades apresentou os sintomas da doença no dia 19 de abril após contato com casos confirmados. Ela realizou coleta de exame RT-PCR para diagnóstico da Covid-19 no dia 26 de abril. Chegou a ficar hospitalizada e teve alta. A paciente morava com o marido de 74 anos e o filho de 58. Os três foram diagnosticados com Covid-19. O filho faleceu no dia 17 de maio.

Apesar de ser a cidade do atual secretário estadual da Saúde, Beto Preto, Apucarana vem se destacando ao bater todos os recordes negativos na área de Saúde, como no caso da Dengue, Chikungunya (62 casos esse ano e 90 notificações suspeitas, o município com maior nº de casos no Paraná) e alto índice de letalidade do Coronavírus e agora com o 1º caso da variante indiana de Covid-19. A julgar pela competência mostrada até agora pelo setor de Epidemiologia e da administração municipal, como no caso da “falsa enfermeira” a situação tende a piorar, acumulando os piores índices de Saúde Pública do Paraná e do Brasil.

O Canal 38 e o Portal 38 News já vinham alertando há muito meses em diversas reportagens sobre o alto índice de mortalidade em Apucarana, mas tanto a Saúde Pública bem como a administração municipal ficaram alheias aos alertas.

E mesmo após o conhecimento da existência da circulação da variante indiana de Covid-19 em Apucarana, nenhuma medida concreta foi tomada, como a vacinação em massa, ou aumento efetivo de leitos de enfermaria e de UTI.

2 COMENTÁRIOS

  1. Quero parabenizar a equipe do canal 38…. Matéria postadas em seu site mostrando a população o comprometimento com a comunicação e mostrando verdades que muitos Apucaranense acabam não sabendo o que realmente anda acontecendo … Agora meus amigos eles estão mostrando quem são . Na hora da dificuldade que estamos passando podemos ver que essa administração que tivemos e temos não consegue dar conta do recado . Infelizmente o que da a entender que a campanha dele para deputado ou qualquer outro cargo pretendido,está sendo feito pelos outros municípios pois aqui já sabe como enganar a população. Mas engano deles achar que os Apucaranense não estão vendo …. Quem realmente é o prefeito da nossa cidade de Apucarana em ???

  2. COMO PODE EM PLENA PANDEMIA E COM ESSAS VARIANTES A SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ PERMITIR A ENTRADA DE PESSOAS VINDAS DE OUTROS PAÍSES SEM ANTES PASSAREM POR EXAMES QUE PUDESSEM COMPROVAR QUE NÃO ESTÃO COM NENHUM TIPO DE DOENÇA QUE POSSA VIR A COMPLICAR O CAOS JÁ EXITENTE ENTRE OS PARANAENSES.
    ATÉ QUANDO APUCARANENSES E PARANAENSES IRÃO SOFRER A PERCA DE ENTES QUERIDOS PELA FALTA DE COMPETENCIA DE NOSSOS ADIMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA SAÚDE PÚBLICA DO MUNICIPIO E DO ESTADO DO PARANÁ.
    SÓ PODEMOS PEDIR SOCORRO A DEUS E TAMBÉM AO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ PARA QUE CONTINUEM COMBATENDO ATOS DE DESREPEITO PARA COM A VIDA DE TANTOS PARANAENSES E TAMBÉM APUCARANENSES COMO FOI RECENTEMENTE ESSA VERGONHOSA DENUNCIA FEITA PELO VEREADOR LUCAS LEUGI NO CASO DA FALSA ENFERMEIRA.

Deixe seu comentário