Foto: Imagem ilustrativa/Pixabay

16/01/2021

Moradores do Parque Bela vista estão apavorados com escorpiões encontrados nas residências.

A proliferação de escorpiões preocupa moradores do Parque Bela Vista, Jardim Itália, Jardim Araucária e outros bairros de Apucarana. Moradores já pediram providências à Prefeitura, que parece ignorar os riscos que as picadas de escorpiões representam. O repórter e apresentador Paulo Farias, do Programa Patrulha da Cidade, do Canal 38, esteve no Parque Bela Vista para ouvir moradores sobre o problema que os aflige.

Os escorpiões, que medem de 6 a 8,5 centímetros, têm hábitos noturnos, escondendo-se durante o dia sob lascas de árvores, pedras, troncos podres, madeiras empilhadas e até no interior das casas. O mais preocupante é o aparecimento de escorpiões marrons (Tityus bahiensis). Este tipo é um dos mais perigosos, sua picada é extremamente dolorida e pode até causar consequências mais graves, como a morte. Existem várias espécies, mas apenas duas merecem mais atenção: o Tityus serrulatus (cauda amarela) e o Tityus bahiensis (cauda marrom).

“Aqui no Parque Bela Vista está dando muito escorpião; minha neta levou meu bisneto às pressas para o hospital, o Samu o levou para o Hospital Materno Infantil após ele ser picado. Ela foi pegar uma toalha de banho e secar o filho, o menino pisou em cima da toalha e o escorpião picou o garoto. Aí eles foram obrigados a matar o escorpião, porque ela tem 3 filhos pequenos e é perigoso esse bicho venenoso. Tem muita criança aqui e mais gente que não foram picados, mas acharam escorpiões na Rua Horácio de Sá Carvalho duas vezes e na Rua Juvenal Cantador, mas não conseguiram matá-los. Acho que tem mais e falei para minha neta e eles cortaram um pé de manga muito grande perto da casa dela. Certamente foi dali que saiu o escorpião e eu peço providência porque aqui no Parque Bela Vista tem este terreno aqui, que é da Eletrosul, e o mato está muito grande e há cobra, aranha, escorpião; tem tudo, né. Eles tem que tomar providência, ter mais cuidado com matagal aqui perto de casa, pois o povo descarrega lixo, é fogão, é guarda-roupa, é armário de cozinha, todo tipo de lixo; enquanto uns cuidam, outros não”, afirmou Dona Terezinha, residente na Rua Aldo Marcachini, 120, Parque Bela Vista. Veja a matéria completa em vídeo com o repórter e apresentador Paulo Farias, apresentada no Canal 38.

Deixe seu comentário