02/02/2021

Até o momento já foram arrecadados cerca de R$ 50 mil para ajudar o garotinho Raví Leite de Oliveira.

O jovem apucaranense João Antônio Nunes está conclamando todos os apucaranenses a entrarem numa “corrente do bem” nas redes sociais para ajudar o pequeno Raví Leite de Oliveira, de apenas 8 meses, que vive um drama desde o início de sua vida. Diagnosticado com a Atrofia Muscular Espinhal (AME) tipo 1, o bebê está internado desde que nasceu na unidade Materno Infantil do Hospital da Providência, em Apucarana, por não ter o respirador em casa. A doença genética é rara e progressiva e afeta a capacidade de caminhar, comer e respirar. O remédio que Raví precisa se chama Zolgensma e custava R$ 12 milhões, mas agora o preço caiu para R$ 9 milhões.

João Antônio Nunes acredita que dá para fazer a diferença se todos entrarem nessa luta em favor do pequeno Raví. Ele postou um vídeo em rede social que tem ampla repercussão, pois a cada dia mais pessoas ficam sensibilizadas e entram na “corrente do bem” para ajudar o menininho. Até o momento já foram arrecadados cerca de R$ 50 mil para ajudar o garotinho Raví Leite de Oliveira.

“O Ravi sofre de atrofia muscular e o remédio que ele precisa tomar é o mais caro do mundo, custava R$ 12 milhões e agora baixaram para R$ 9 milhões. Estamos numa corrida contra o tempo, pois o SUS não disponibiliza o medicamento e essa doença faz com que ele vá perdendo os movimentos. Quanto antes o Raví tomar o remédio, mais chance de melhorar ele tem. Conheci o Raví através da Gabi e a família dele é humilde, mas muito gente boa. O pequeno Raví já tomou remédio neutralizante fornecido pelo SUS, por sinal muito caro também, só que esse medicamento não resolve. Fui atrás, procurei o Promotor Público e fomos aconselhados a entrar na Justiça. A Luana entrou na Justiça em Londrina e o primeiro pedido para fornecimento do remédio de R$ 9 milhões foi negado e agora estamos aguardando o recurso, esperando a resposta da Justiça. Não sou da família do Raví, fui chamado para essa ação, mas logo quando cheguei comprei a briga e estou fazendo tudo o que eu posso para conseguir alguma coisa em nome desse menino. Para quem tiver um tempo e quiser saber a história do Raví, eu garanto que vocês vão comprar a briga igual eu comprei. Vim gravar esse vídeo para que vocês também entrem na briga com a gente para ajudar o Raví, pois juntos somos sempre mais fortes”, ressaltou João Antônio Nunes ao portal 38 News. Veja o vídeo na íntegra postado em rede social por João Antônio Nunes.

Deixe seu comentário