Foto: Site 24 HS

11/01/2021

Junto com outros dois comparsas, que foram presos, eles venderiam um carro por R$ 25 mil para o casal apucaranense. Mas o veículo não seria entregue, já que a intenção era assaltar as vítimas. O dinheiro foi recuperado pela PM.

O líder de um grupo de golpistas Alex Martins de Oliveira, 43 anos, foi morto durante um confronto com a Polícia Militar (PM) na noite de sábado (09) em Londrina. De acordo com a PM, ele não respeitou a voz de abordagem na Avenida Dez de Dezembro e fugiu. Ao parar o carro, já na na rodovia Carlos João Strass, teria descido com uma arma apontada na direção dos policiais. Ele foi baleado, chegou a ser socorrido pelas equipes do Siate e do Samu, mas morreu no local.

De acordo com a PM, o golpista morto tem passagens pela justiça por roubos e inclusive a bancos e golpes. Com ele foi apreendido um revólver calibre 38. O homem tentava aplicar um golpe a um casal de Apucarana. Junto com outros dois comparsas, que foram presos, eles venderiam um carro HB20 por R$ 25 mil para os apucaranense.

Conforme a PM, o crime aconteceu na Zona Leste, nas proximidades do Jardim Abussafe. Um casal teve R$ 25 mil levados pelos assaltantes após terem ido até Londrina para fechar a compra do veículo. Mas o veículo não seria entregue, já que intenção era assaltar a vítima. O dinheiro foi recuperado.

Os detidos apontaram que o homem seria o “cabeça” da quadrilha. Ele que negociaria os outros golpes aplicados pelo grupo. Além disso, ele também emprestaria as armas usadas nas ações.

Deixe seu comentário