19/01/2021

O vereador Lucas Leugi protocolou um projeto de lei na Câmara de Vereadores de Apucarana que tem a finalidade de dar mais transparência e garantias no tocante às vagas nas escolas e centros municipais de educação infantil (Cmeis).

“Este é o nosso primeiro projeto no ano de 2021 e ele trás muito a palavra transparência e a garantia de direitos para o contribuinte e o cidadão apucaranense. E o que diz este projeto: muitos pais vêm procurar gabinete dos vereadores, vem procurar a prefeitura, vão nas escolas, nos cmeis e até mesmo na Autarquia Municipal de Educação em busca de vagas para seus filhos em escolas e cmeis municipais. Ocorre que muita das vezes, ou na totalidade das vezes, esses pais, essas mães, ficam sem informação e este projeto visa trazer transparência; a o pai ou a mãe que fez o seu cadastro, a sua inscrição, a sua matrícula tenha acesso a informações para saber em que colocação o filho ficou, quando vai ser chamado ou se não vai ser chamado. Também serve para que professores e assistentes infantis que buscam uma vaga em outro colégio ou cmei para que eles tenham acesso a esta informação e saibam se naquele colégio ou cmei tem vaga disponível para transferência ou não. Enfim, é um projeto que espero que a tenha a tramitação normal nesta Casa de Leis, que seja aprovado, pois este projeto vai beneficiar toda população com o direito à informação e saibam se neste colégio ou neste cmei tenha vaga disponível para a transferência ou não”, explica Leugi

O vereador destaca que o direito à educação é um direito constitucional e com o projeto apresentado por ele vai ser possível ter mais clareza. “Não que não tenha, mas assim efetivamente as pessoas vão poder ter acesso às capacidades de vagas das escolas e de cmeis da cidade e se tem uma lista de espera, em que posição estão ou não. Alguns clicks ou uma ida na Secretaria da Educação vai resolver e sanar a dúvida desses pais de alunos que buscam uma vaga nas escolas e cmeis municipais, lembrando que por conta da pandemia e também por conta da qualidade da educação apucaranense, existe um êxodo de colégios particulares para escolas e cmeis municipais e com isto nos teremos clareza e veremos com exatidão quantas vagas tem, se há déficit ou o superávit de vagas no município de Apucarana para cmeis e escolas municipais”, completa Lucas Leugi.

Veja o vídeo da matéria completa exibida no Canal 38.

Deixe seu comentário