16/09/2020

Durante a elaboração do boletim de ocorrência, já na Delegacia, o garoto de 16 anos disse aos policiais militares que “não se importa em ir preso, pois já está acostumado e que amanhã vai estar na rua de novo, cuidando da lojinha (nome dado à biqueira – local onde é feito o tráfico de drogas)”

Mais um menor foi apreendido por policiais militares de Apucarana na noite de terça-feira (16) sob suspeita de ato infracional de tráfico de drogas após ser abordado na Rua da Paz, no Núcleo da Fraternidade. Com o adolescente de 16 anos os PMs localizaram crack, maconha e dinheiro que, em tese, seria proveniente da comercialização de entorpecentes. Segundo a Polícia, traficantes têm convencido garotos em situação de vulnerabilidade social a comercializar entorpecentes para os mesmos os iludindo com a possibilidade de ganhar dinheiro facilmente, mas na realidades estão apenas usando os meninos como “escudo” em relação à lei.

De acordo com boletim de ocorrência da PM, policiais militares realizavam patrulhamento pela Rua da Paz e quando avistaram o menor em atitude suspeita e lhe deram voz de abordagem. O mesmo desobedeceu e saiu correndo, mas foi acompanhado pelos policiais militares e eles perceberam que durante o trajeto o
adolescente arremessou um pote.

Em seguida o garoto de 16 anos acabou alcançado e abordado. Durante busca pessoal foi localizada com o adolescente uma quantia em dinheiro em cédulas de valores diversos e os policiais acharam o pote jogado pelo menor durante a tentativa de fuga, dentro do qual foram achadas quatro pedras de crack, embaladas prontas para a comercialização, além de uma porção de maconha. O infrator apreendido foi conduzido à 17ª SDP junto com as drogas e o dinheiro apreendidos para os procedimentos legais.

“LOJINHA”
A PM acrescentou que já na Delegacia de Apucarana, durante a elaboração do boletim de ocorrência, o garoto de 16 anos disse aos policiais militares que “não se importa em ir preso, pois já está acostumado e que amanhã vai estar na rua de novo, cuidando da lojinha (nome dado a biqueira – local onde é feito o tráfico de drogas).

Deixe seu comentário