06/07/2021

O repórter Márcio Silvestre, do Canal 38, entrevistou mais uma vez Senhora Rosa Maximiniano, moradora no Jardim Milani, em Apucarana, sobre um problema que é ignorado pela administração municipal.

A mulher, que mora há 28 anos nas imediações de um local abandonado na Rua Quintino Bocaiúva, relatou que o pessoal da prefeitura foi lá e fez a roçagem mal feita na área. Dona Rosa conta que antigamente já foi plantado mandioca no local. “Mas agora fizeram a roçagem e deixaram mal roçado”, diz.

O marido da aposentada não deixou ela falar com o homem da prefeitura que fez a roçagem porque ela foi maltratada por um outro homem dos serviços gerais da administração municipal, para o qual ela tinha pedido para que cortasse o mato no local. Faz 15 anos que a mulher está sofrendo, pois os insetos e o mau cheiro incomodam. A gente pede e ninguém limpa; a gente não fica contente com serviço mal feito, né”, afirma Dona Rosa.

Vale lembrar que após várias matérias sobre o assunto divulgadas pelo portal 38 News e pelo Canal 38, a 4ª Promotoria Pública da Comarca de Apucarana, na pessoa do Promotor de Justiça Eduardo Augusto Cabrini, baixou portaria no dia 28 de maio para a instauração de Inquérito Civil Público visando apurar possíveis irregularidades na contratação de empresa terceirizada para a realização de serviços gerais de roçagem manual no município de Apucarana.

Segundo informações, o servidor envolvido na corrupção da roçagem continua ligado ao núcleo do poder da administração municipal.

O Portal 38 News esteve nos locais onde foram realizados alguns dos serviços de roçagem. Além da empresa que estava em desacordo com a licitação, os serviços eram realizados em desacordo com o contrato e ainda não são retirados os resíduos com a devida destinação.

Veja a matéria sobre a roçagem mal feita em vídeo com o repórter Márcio Silvestre, do Canal 38.

Deixe seu comentário