30/07/2019

Moradores denunciam desmatamento em Nascente do Rio Pìrapó em Apucarana.

Local desmatado é uma Área de Proteção Ambiental, nascente do Rio Pirapó (Foto: Imagens / Portal de Notícias do Canal 38)

O caso ocorreu em uma reserva permanente, nascente do Rio Pirapó, flagrado na manhã desta terça-feira (30), após denúncia de populares, em Apucarana.

Os moradores da Rua Clotário Portugal na área central de Apucarana, denunciam o desmatamento repentino de uma área de reserva permanente. A derrubada das árvores em área da nascente do Rio Pirapó, que abastece parte da cidade de Maringá.

“É uma área de preservação que tem nascente do Rio Pirapó, estão acabando com tudo, parece que é a prefeitura que é a responsável pela derrubada das árvores. Segundo informações, o IAP teria autorizado corte de árvores pequenas a partir de uma certa circunferência para menos. Mas pelo jeito não vai sobrar árvore para contar história” disse o denunciante.

A reportagem na manhã desta terça-feira (30), esteve na Secretaria do Meio Ambiente de Apucarana, procurando pelo secretário Sergio Bobig, mas ele não estava e ficou de retornar, mas não ocorreu.

O Portal Portal de Noticias do Canal 38 publicou uma reportagem no dia 03 de julho 2019, informando que a Guetter Construtora, vencedora da licitação, e iria iniciar as obras de urbanização e revitalização no terreno de 3 mil metros quadrados, doado pela antiga “Casa de Portugal” ao Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A intervenção também visa à preservação da área de nascente do Rio Pirapó.

A área situada na Rua Clotário Portugal, em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), irá abrigar pista de caminhada, playground, academia ao ar livre, bancos, gramado, arborização especial e um pórtico, além de um memorial em homenagem aos pioneiros portugueses. Pelo convênio, a prefeitura irá providenciar, a partir da próxima semana, a roçagem, limpeza e terraplanagem dos dois terrenos. Os serviços têm autorização do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e a anuência do Ministério Público.

Segundo o servidor da Prefeitura Municipal do Setor do Parque de Maquinas de Apucarana, que estava no local realizando os cortes, disse que as árvores nativas não estariam sendo cortadas, mas pelas imagens, não está sobrando muitas árvores no local.

 Veja vídeo:

Campartilhe.

Sobre o Autor

**** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal do Canal 38 pelo Whatsapp: (43) 9 8447-1929 ****

3 Comentários

  1. é uma vergonha vai inventar de mexer em uma App, fazer pista de caminhada playground academia, vão e jogar lixo pro chão poluir tudo e virar um fumódromo.

  2. Se fosse area de App não teria esgoto, agua poluida, fossa, descarte de agua de chuva, isso tudo foi uma invensão para não resolver o problema grave da rua que sempre foi de inundação. Agora uma coisa que vc disse concordo, mais praça pra isso? nenhum morador do bairro precisa de mais uma praça para gerar mais problema social no bairro!! Uma jogada de muitas pessoas envolvidade em ter colocado a area de app, JOGADA POLITICA, PESSOAL E DE ONG, assim não resolveriam o problema da rua de alagamento a anos e anos

  3. Se fosse area de App não teria tantas construções, não teriam em 2012 comprado tantas mudas para plantar conforme podem ver em materia de jornal pela internet e agora terem cortadas, se fosse Area de App na matricula do imovel no registro do imvél não teria gravado que a area precisa ser construida, fomos engados, tudo mentira esse negocio de nascente, acorda povo

Deixe Um Comentário