11/07/2020

O pioneiro taxista era pessoa muito correta e querida na cidade e com certeza vai deixar saudades.

Familiares do pioneiro taxista Benedicto Ceranto, de 87 anos, confirmaram o falecimento dele, ocorrido neste sábado (11), em consequência de um acidentes vascular cerebral (AVC). Ele tinha 50 anos de profissão e deixa os filhos Roseane Ceranto, Rogério Ceranto, Alexandre Ceranto e Rosângela Ceranto, netos e a esposa Etelvina Ribeiro.

Benedicto Ceranto era tio do empresário Dival Ceranto, que recentemente faleceu de Covid-19. Ele trabalhou muito anos como taxista na rodoviária de Apucarana e tinha um grande círculo de amizades. Benedicto Ceranto era pessoa muito correta e querida na cidade e com certeza vai deixar saudades.

O local de velório e horário de sepultamento ainda vão ser definidos pelos familiares junto à Autarquia de Serviços Funerários de Apucarana (Aserfa).

O Canal 38 deseja sinceros votos de pesar à família enlutada

Deixe seu comentário