03/12/2019

Morre no hospital menor suspeito de participar do sequestro de família de bancário em Cambira.

Ele é a segunda pessoa suspeita de participar do crime que morreu; adolescente estava em confronto ocorrido ontem à tarde com a PM em Mandaguari

A Polícia Civil de Maringá confirmou na manhã desta terça-feira (3) a morte do segundo suspeito de participar de um roubo de veículos seguido do sequestro família de um gerente de banco em Cambira. Trata-se de um rapaz de 17 anos atingido por dois tiros que estava internado no Hospital Universitário de Maringá (HU).

Paulo César de Oliveira Santos, 30 anos, que também teria participado do sequestrado, morreu durante o confronto com policiais militares em Mandaguari.

Uma mulher cujo nome ainda não foi divulgado e outro suspeito de 19 anos, identificado como Gabriel Jorda Ferreira Cândido, foram detidos ontem em Cambira. Por volta das 14 horas, o delegado de Apucarana e a PM vão falar sobre o caso.

Eles são suspeitos de participação do roubo de dois veícculos seguido de sequestro do gerente de uma agência bancária do Itaú, sua esposa e um filho na noite de domingo.

A família do gerente do banco de Cambira que foi sequestrada no final da noite de domingo (1º) e era mantida refém foi liberada pelos criminosos no começo da tarde de ontem, após interceptação da polícia na região de Maringá.

Já o gerente foi solto pelos sequestradores para ir até o banco buscar dinheiro enquanto a família era mantida refém, mas os bandidos fugiram sem levar nada ao perceberem grande mobilização policial na agência.

Compartilhe:

Sobre o Autor

**** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal do Canal 38 pelo Whatsapp: (43) 9 8447-1929 ****

1 comentário

Deixe Um Comentário