31/03/2021

A morte de Jobson Cunha, de 39 anos, ocorrida nesta quarta-feira (31), no Hospital da Providência, em Apucarana, gerou muita comoção entre familiares e amigos do proprietário de uma empresa de consultoria na cidade.

Segundo informações de amigos do apucaranense, ele estava com Covid-19. Além de ser consultor, Jobson também integrava um grupo de ciclistas e deixa esposa, filha e um vasto círculo de amizades, pois é muito querido na cidade.

Amigos e familiares de Jobson Cunha postaram mensagens de condolências e lamentaram a morte dele nas redes sociais. “Que Deus te receba em sua nova morada… Não subestimem o covid, se cuidem”, disse uma amiga em rede social.

“Instalada a dor pela morte dos que queríamos sempre perto, a vontade é de nadar contra a corrente, negar a finitude inerente à condição humana, amaldiçoar aos prantos a impiedade das tragédias que ceifam vidas. Mas de que adianta tentar entender o porquê das fatalidades que cravam nossa fragilidade em nossa face? É assim, gostemos ou não. Triste e incômoda constatação. A nós que ficamos resta a prudência de aprender com os que partiram que tudo é efêmero. Resta-nos homenagear os que se foram com flores e luto mas, sobretudo, com vontade de viver intensamente sem cometer o erro de morrer por dentro enquanto a vida ainda pulsa. Descansa em paz meu amigo Jobson Cunha”, postou outro amigo no Facebook.

A Autarquia de Serviços Funerários de Apucarana (Aserfa) ainda não divulgou o horário e local de sepultamento de Jobson Cunha.

Deixe seu comentário