12/03/2020

Uma mulher de 20 anos, cujo marido foi preso pela Polícia Civil de Faxinal por agredi-la e mantê-la em cárcere privado, procurou o Canal 38 nesta quarta-feira (11) para pedir ajuda para o filho de apenas um ano e para ela.

Segundo a mulher, ela veio de Faxinal para Apucarana apenas com a roupa do corpo, assim como o bebê, por temer que o marido agressor, de 22 anos, seja solto e tente se vingar dela e faça mal para a criança.

“Eu peguei umas mensagens de mulher no telefone dele e aí ele ficou com raiva e me agrediu com o bebê no colo com socos e pauladas; meu filho inclusive caiu no chão. Ele pois o bebê no sofá e continuou me batendo. Aí tive que ficar presa dentro de casa desde sexta-feira e quando alguém ia lá ele mandava eu tampar o rosto com um pano para ninguém ver que eu estava machucada. Meu avô foi lá em casa, pedi ajuda para ele e depois a Polícia prendeu meu marido, mas vim até Apucarana para a casa de parentes só com a minha roupa do corpo e do bebê também porque estou com muito medo e por isso apelo para que as pessoas me ajudem doando roupas para o bebê e para mim”, disse Emília Santos Kaiser ao repórter e apresentador Paulo Farias, do Canal 38.

Quem quiser ajudar pode ligar para o telefone 3422-8335 para fazer doação e auxiliar a mulher vítima de violência doméstica e seu filho de apenas um ano. “Agora pretendo seguir a minha vida em paz”, disse a vítima de violência doméstica

Veja reportagem completa:

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta