29/06/2020

A Polícia Civil de Marilândia do Sul ouviu na tarde desta segunda-feira (29) o depoimento de uma mulher de 26 anos ferida com dois tiros,  idade não informada, na frente do filho do casal, de 2 anos, no final da madrugada desta segunda-feira (29).

Ela foi socorrida pelo pessoal da Saúde Pública de Marilândia do Sul e encaminhada ao Hospital da Providência, em Apucarana, onde foi ouvida.

De acordo com informações, o casal reside na localidade da Placa da Areia, na saída de Marilândia do Sul para Rio Bom, e os desentendimentos entre ambos seriam frequentes, conforme declarações de vizinhos.

Segundo a mulher (Pamela) disse à Polícia que, após mais uma discussão, seu marido (Vanildo) teria forçado a mesma a ingerir veneno de rato, mas ela cuspiu o produto. Em seguida ele pegou um revólver e deu dois tiros na mulher, que atingiram as pernas da mesma.

Em seguida, conforme a vítima e seu marido pegou o revólver, uma espingarda que ele também possui e o filho de dois anos e fugiu.

Policiais militares foram até o sítio, onde encontraram uma sacola plástica com veneno de rato, que foi apreendida.

OUTRA VERSÃO
Já familiares do homem acusado de atirar contra a esposa disseram à polícia que ela teria ameaçado o mesmo com faca antes do desenrolar da situação.O caso está sob a responsabilidade investigativa da Polícia Civil de Marilândia do Sul.

Deixe seu comentário