05/04/2021

Uma mulher registrou boletim de ocorrência, nesta segunda-feira (5) à tarde, na 17ª Subdivisão Policial (SDP) contra dois homens que seriam de Maringá e venderam farinha e água ao invés de tinta que lhe foi oferecidas por ambos em sua casa, no Núcleo Dom Romeu Alberti, em Apucarana.

Segundo a vítima, na quinta-feira (1º) os homens, um loiro e outro moreno, passaram em frente a sua residência e ofereceram as latas de tintas, sendo que a mulher comprou duas no valor de R$ 90,00 cada uma. Mas no domingo (4) quando a vítima foi usar as tintas, notou que havia alguma coisa errada. Dentro das latas tinha uma mistura que a mulher supõe ser de água e farinha.

Ela ressaltou na 17ª SDP que teve um prejuízo de R$ 180,00 e que fez o pagamento com cartão de crédito aos estelionatários. A polícia orientou a vítima a procurar o PROCON para cancelar o pagamento.

Investigadores acrescentaram que a mulher não foi a primeira vítima dos dois estelionatários, pois uma pessoa residente no Jardim Santiago também sofreu um prejuízo de R$ 360,00 quando adquiriu duas latas de 18 litros de tintas dos mesmos golpistas.

1 COMENTÁRIO

  1. mania de pessoas comprar isso na porta de casa vao a lojas de tintas especializadas gente pare de preguiça tinta nao se compra de camelo se compra nas lojas de tintas

Deixe seu comentário