16/03/2021

Em pleno período mais crítico da pandemia de Covid-19 e em meio a crise econômica gerada pela mesma, o prefeito de Apucarana, Júnior da Femac, não hesitou em tomar a decisão de continuar contratando pessoas em cargo comissionado para trabalhar na Secretaria Municipal de Gestão Pública.

Desta forma, o salário a ser pago a esse novo servidor contratado para cargo em comissão vai gerar despesas ao erário público, mas se contratam comissionados no Executivo Municipal o que vai contra o que seria recomendável em razão da atual situação de crise e até pelo que estabelece a legislação por conta da pandemia.

2 COMENTÁRIOS

  1. O pior é que estao sendo colocados em funçao de concursado o que e ilegal!
    A população tem que denunciar ao mp quando forem flagrados Dirigindo ou como Assistente Administradivo e o pior ganham uniformes para dificultar a diferenciação.

  2. O executivo, e também o Legislativo de Apucarana não fazem nem questão de esconder os abusos cometidos com o erário municipal. Resumindo, aprontaram com o caso da “roçadinha” que coincidentemente rima com “rachadinha”. Não satisfeito o Prefeito Júnior da Femac, faz uso da BIC para nomear protegidos com a indecência dos chamados Cargos de Comissão enquanto o povo além de estar passando fome, estão sofrendo com o péssimo atendimento da Saúde pública!!! O Sr Prefeito não perde por esperar. Fique certo que logo, logo, acaba a tinta da sua caneta BIC.

Deixe seu comentário