Micrografia eletrônica de transmissão de uma partícula do vírus SARS-CoV-2, o novo coronavírus - Reprodução/NIAID

02/09/2021

Brasil tinha 287 confirmados no início do mês; índice saltou para 2.736 em setembro.

O número de casos confirmados da variante Delta do coronavírus aumentou em quase dez vezes durante o mês de agosto no Brasil . Segundo dados do Ministério da Saúde, há um mês, no dia 3, eram 287 pessoas infectadas com a mutação do vírus. Ontem, 1º de setembro, o número foi de 2.736 casos.

A Delta já está presente em 20 estados, e o Rio de Janeiro lidera no número de casos (907), seguido por São Paulo (757), Rio Grande do Sul (230), Distrito Federal (241), Paraná (126) e Minas Gerais (102).

O número de casos confirmados da variante Delta do coronavírus aumentou em quase dez vezes durante o mês de agosto no Brasil . Segundo dados do Ministério da Saúde, há um mês, no dia 3, eram 287 pessoas infectadas com a mutação do vírus. Ontem, 1º de setembro, o número foi de 2.736 casos.

A Delta já está presente em 20 estados, e o Rio de Janeiro lidera no número de casos (907), seguido por São Paulo (757), Rio Grande do Sul (230), Distrito Federal (241), Paraná (126) e Minas Gerais (102).

Ceará (96), Paraíba (87), Santa Catarina (63), Goiás (47), Amazonas (18), Espírito Santo (17), Pernambuco (15), Alagoas (6), Maranhão (7), Amapá (5), Pará (5), Bahia (3), Rio Grande do Norte (3) e Tocantins (1) ainda se mantém abaixo da linha dos 100 casos. Entre os infectados, 74 morreram.

Na terça-feira (31), o secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, confirmou a 1ª morte provocada pela variante Delta no estado. A vítima era uma mulher de 74 anos, que já havia completado sua imunização com duas doses da Coronavac. Fonte: iG

 

Deixe seu comentário