21/06/2022

O novo slogan pré-eleitoral de Sergio Moro no Paraná: “Feliz em voltar para casa”. Ex-juiz da Lava-Jato adota o Paraná como domicílio eleitoral definitivo, mas ainda faz mistério sobre o cargo que pretende disputar.

O ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro começou neste último domingo a se apresentar para os eleitores do Paraná. Sua primeira visita como pré-candidato foi a um restaurante de Curitiba, onde conversou com os clientes e amigos. Sem conseguir deslanchar sua candidatura à Presidência da República e nem para uma vaga de senador por São Paulo, Moro anunciou sua volta definitiva ao Paraná, seu verdadeiro domicílio. Os amigos apostam que ele vai se candidatar ao Governo do Estado ou ao Senado.

Durante a visita de Moro ao restaurante Paraguassu Grelhados, cuja especialidade é a “comida di buteco”, o presidente da Associação de Bares e Restaurantes do Paraná, o empresário Fábio Aguayo, gravou um vídeo do ex-juiz. “Ele voltou, e para ficar, para defender nosso Estado e nos representar”, anunciou Aguayo, saudando o retorno de Moro a Curitiba. “É isso aí, salve, um abraço para todo mundo, estou aqui no Restaurante Paraguassu, muito bom aqui, poder retornar, tivemos aqui até o oferecimento de um almoço de graça aqui, por conta da casa”, brincou Moro. O dono do restaurante, Adão, emendou: “Mais ou menos”. Todos sorriram muito.

Sergio Moro: “Feliz em voltar para casa”. reprodução/Reprodução Twitter

Na sua anunciada visita a estabelecimentos comerciais de Curitiba, Moro optou por um figurino informal. Ele está vestindo um paletó preto com uma camisa polo de cor chumbo desbotada. O ex-juiz deixou de lado o perfil carrancudo e sorriu várias vezes. “Estar de volta ao Paraná traz a oportunidade de fazer, junto à população paranaense, um novo projeto político”, disse  em suas redes sociais. E foi também nas redes sociais que o ex-ministro do governo Bolsonaro postou seu novo slogan de campanha: “Feliz em voltar para casa”, ao lado de um desenho de uma casinha com chaminé. Moro está confiante de que vai, sim, conseguir disputar a eleição pelo seu estado e avisa que ainda não escolheu o cargo. “Isso será definido em breve”, disse Moro.

É bom Moro se preparar para mais obstáculos. O PT, que conseguiu no início do mês indeferir a transferência do domicílio eleitoral de Moro para São Paulo, junto ao TRE do estado, onde se candidataria ao Senado, já prepara uma petição para ser apresentada ao TRE do Paraná, para inviabilizar a candidatura do ex-juiz para qualquer cargo eletivo. O partido pretende questionar na Justiça Eleitoral o fato de Moro ser filiado ao União em São Paulo e disputar eleição no Paraná. “Vamos apresentar a impugnação à candidatura a partir do momento em que o Sergio Moro apresentá-la”, avisa o advogado do PT no estado, Luiz Eduardo Pecinnin.

Há outro obstáculo na frente de Sergio Moro, mas este só será um  problema de verdade caso ele deseje concorrer à única vaga para senador no Paraná. Pesquisa do instituto IRG, divulgada em maio, mostra que o senador Álvaro Dias (Podemos) tem 60,4% dos votos válidos para renovar seu mandato nas próximas eleições. Quem vem em segundo lugar é o ex-deputado Dr. Rosinha (PT), com apenas 12,7%. A candidatura para governador também está concorrida. Levantamento feito semana passada pelo instituto Paraná Pesquisas mostra que o governador Ratinho Junior (PSD, aparece com 48,5% das intenções de votos e pode vencer no primeiro turno seu adversário, o ex-governador Roberto Requião (PT), que tem apenas 25,2%. Fonte: Veja

 

https://apptuts.bio/canal-38-apucarana

 

Deixe seu comentário