12/11/2019

O boletim epidemiológico semanal da dengue divulgado nesta terça-feira (12) pela Secretaria da Saúde do Paraná registra 1.029 casos confirmados da doença.

São 104 novos casos de dengue; um aumento de 11,24% em relação a semana anterior que apresentou 925 casos.

O informativo soma 829 autóctones, quando a doença é contraída na cidade de residência. O município de Brasilândia do Sul, na área da 12a Regional de Saúde de Umuarama, registrou o primeiro caso autóctone do período.

Seis municípios estão em de epidemia de dengue, um a mais que na semana passada. Floraí, na região de Maringá, que apresentava situação de alerta, apresenta hoje situação de epidemia. Os outros municípios são de Nova Cantu, Quinta do Sol, Inajá, Santa Isabel do Ivaí e Uniflor. A classificação de situação de epidemia é definida quando o município de registra, proporcionalmente,  300 ou mais casos de dengue por 100 mil habitantes.

Do dia 28 de julho até agora o Paraná tem 9.176 notificações para a dengue em todo o estado. Os municípios com mais notificações são Londrina (1.644), Foz do Iguaçu (1.336) e Maringá (692).

O secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, alertou hoje para as medidas preventivas da dengue. “A principal orientação é para a eliminação dos criadouros do mosquito “Aedes aegypti”, que estão nos locais que acumulam água parada. O sorotipo presente, circulante no estado, é o DEN 2 e a maioria da população ainda não passou por este tipo de dengue e pode adquirir a doença. Por isso todo o cuidado com a limpeza dos quintais e terrenos baldios devem ser tomados”, afirmou o secretário.

Compartilhe:

Sobre o Autor

**** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal do Canal 38 pelo Whatsapp: (43) 9 8447-1929 ****

Deixe Um Comentário