02/09/2021

Justiça determina o bloqueio de mais de R$ 54 mil, como forma de ressarcir prejuízos causados aos cofres públicos.

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (2/9) a Operação PAR-Cela, com o objetivo de combater a prática de fraudes cometidas contra os benefícios emergenciais disponibilizados pelo Governo Federal.

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão em Curitiba e decretado o bloqueio judicial de valores depositados nas contas do investigado, totalizando mais de R$ 54 mil bloqueados, como forma de garantir o ressarcimento dos prejuízos causados aos cofres públicos.

A presente operação policial é fruto do trabalho conjunto entre Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Caixa Econômica Federal, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União, instituições que participam da Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE).

Os objetivos da atuação conjunta e estratégica são a identificação de fraudes massivas e a desarticulação de organizações criminosas que atuam causando prejuízos aos programas assistenciais e, por consequência, atingindo a parcela da população que necessita desses valores.

As investigações serão aprofundadas para verificar se existem outros envolvidos no esquema criminoso.

Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba/PR

Deixe seu comentário