23/11/2021

Policiais identificaram criminosos que transportaram mais de 6 toneladas de carga ilícita em embarcações de SC.

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (23), a Operação Mar Aberto. As autoridades identificaram uma organização ligada ao tráfico internacional de cocaína. Os criminosos usavam três embarcações de pesca de Itajaí, em Santa Catarina, para transportar toneladas de cocaína.

Foram cerca de 100 policiais federais atuando em 20 mandados de busca e apreensão cumpridos em Santa Catarina, Paraná e Espírito Santo. Também foram cumpridos seis mandados de prisão preventiva, mas o nome dos alvos não foi revelado. Veículos, imóveis e duas embarcações de pesca industrial pertencentes ao grupo também foram capturados.

Os criminosos simulavam operações de pesca para levar a carga contendo cocaína até alto mar, onde seriam resgatadas por embarcações estrangeiras e levadas a países europeus e africanos. A estimativa da PF é de que, ao longo de um ano, o grupo movimentou ao menos 6,5 toneladas de cocaína.

“As investigações tiveram início em outubro de 2020 e possibilitaram identificar uma organização criminosa que se apossou de barcos de pesca industrial para transportar grandes quantias de cocaína para o exterior. Além da aquisição de barcos de grande autonomia e capacidade de armazenamento de carga, a organização contratou, em vários pontos do país, tripulações especializadas na atividade de navegação marítima para realização de longas travessias intercontinentais”, afirmou a PF em nota.

A Polícia afirmou que, pela prática, os investigados devem responder pelos crimes de tráfico internacional e associação para o tráfico. As penas somadas podem variar de 8 a 25 anos de prisão, além da perda dos bens utilizados nas ações criminosas ou adquiridos com o proveito delas. Fonte: CNN Brasil

Deixe seu comentário