09/11/2020

O piloto de ultraleve Rovanildo Costa, de 41 anos, que permanecia internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Norte do Paraná (Honpar), após cair com um ultraleve no domingo (08) à tarde, na Gleba Orle, na zona rural de Arapongas, morreu na tarde desta segunda-feira (9). A morte foi confirmada pela assessoria do Honpar.

Logo após a queda, Rovanildo recebeu assistência intensiva de equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros no local do fato. O piloto sofreu traumatismo craniano, trauma de tórax, além de trauma abdominal grave e trauma em pélvis grave.

Ele voava sozinho no momento da queda do ultraleve. As causas do acidente aéreo ainda vão ser investigadas. O corpo de Rovanildo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia.

Deixe seu comentário