15/01/2020

Policiais militares de Apucarana prenderam três homens na terça-feira (14) sob suspeita de praticar furtos no comércio e a revelação de um deles chama a atenção para uma situação cada vez mais recorrente: o detido confessou à PM que iria trocar uma bolsa furtada por crack, porque é dependente químico e não consegue conter o impulso para querer usar a droga.

O homem de 35 anos foi preso na tarde de terça-feira (14), na Avenida Doutor Munhoz da Rocha, após ser seguido por funcionários de uma loja de magazine na área central, sendo contido com a ajuda de populares até a chegada da PM.

Ele confessou o crime alegando que furtou a bolsa no estabelecimento comercial para trocá-la por algumas pedras de crack. A bolsa foi devolvida à vítima e o detido acabou levado à 17ª Subdivisão Policial (SDP) para ser autuado em flagrante.

Reconhecido em filmagem – Outros dois suspeitos de furtos também foram presos pela PM na tarde de terça-feira, desta feita no Parque Bela Vista. Segundo policiais militares, um deles foi reconhecido durante patrulhamento pelo bairro, após ser flagrado por câmeras de segurança enquanto praticava furto em uma cafeteria.

O suspeito usava o mesmo boné que aparece nas filmagens das câmeras de segurança da cafeteria e estava na via pública do Parque Bela Vista com outros três jovens quando o quarteto acabou abordado.

PMs localizaram um telefone celular furtado na cafeteria com o suspeito de agir no estabelecimento, além de um chip e carregador de bateria.

Outro rapaz que foi abordado na mesma situação portava outro celular que não conseguiu indicar a origem.

Quando os policiais militares faziam questionamentos sobre a procedência do telefone, o celular tocou e do outro lado da linha falava o dono do aparelho, relatando ao policial que atendeu a ligação que o telefone tinha sido roubado.

A dupla suspeita de furtos abordada no Parque Bela Vista foi encaminhada à 17ª Subdivisão Policial (SDP) junto com os telefones celulares furtados para os procedimentos de praxe.

 

Deixe uma resposta