11/05/2021

Após denúncias anônimas sobre comercialização de entorpecentes, um homem de 49 anos foi preso por policiais militares, às 20h08 de segunda-feira (10), na Rua Augusto Weiand, na Vila Nova, em Apucarana, por tráfico de drogas, desacato, desobediência e resistência. Com ele os policiais militares encontraram quatro pedras de crack e 13 porções de maconha, pesando 175 gramas da droga.

Conforme boletim de ocorrência, após receber as denúncias a PM intensificou patrulhamento na Rua Augusto Weiand, onde reside o suspeito já conhecido no meio policial pela prática de tráfico de entorpecentes, e em determinado momento ele foi visto pelos policiais militares passando algo para uma pessoa. A PM então deu voz de abordagem e o indivíduo que recebeu o objeto se evadiu, sendo então optado pela abordagem do suspeito já conhecido da Polícia e durante busca pessoal foram encontradas em seu bolso esquerdo quatro pedras de crack e a quantia de R$ 31,00 e no bolso direito de sua calça foram localizadas cinco porções de maconha envoltas em plástico de cor verde.

Foi dada voz de prisão a ele e no momento que foi algemado o mesmo se jogou no chão e gritava por socorro e se debatia, rolava por ambos os lados e acusava os policiais de estarem agredindo o mesmo, além de xingar a equipe. O detido também resistiu ao ser conduzido para o camburão com força ativa e falava que iria “chamar o advogado e prejudicar os policiais”. Posteriormente, em busca pela residência dele, foram localizadas na cozinha, embrulhadas em um pano, mais sete porções de maconha, prontas para venda e uma porção maior que não havia sido fracionada, totalizando treze porções de maconha pesando 175 gramas do entorpecente.

O preso reclamava de dor nas costelas e na perna esquerda. Diante da situação o mesmo foi encaminhado para a UPA e atendido por uma médica, Após ser feito raio x, o detido foi diagnosticado com um hematoma de coloração roxa e alguns pontos azulados, caracterizando trauma sofrido a mais de vinte e quatro horas, que o mesmo não soube relatar o que ocorreu e onde ocorreu. Nesse momento mudou sua versão pois segundo o mesmo estava sob efeito de drogas sendo posteriormente liberado pela médica e encaminhado pela PM à 17ª SDP de Apucarana e as medidas cabíveis foram tomadas.

Deixe seu comentário