12/01/2021

Uma confusão generalizada, às 21h53 de segunda-feira (12), em residência na Rua Emílio de Araújo Costa, no Núcleo João Goulart, em Apucarana, exigiu a presença de policiais militares no local.

Segundo boletim de ocorrência da PM, o solicitante, que é segurança, relatou que sua ex-mulher estaria com uma faca, tentando agredi-lo. No local os PMs visualizaram que a mulher estava algemada. Em contanto com o segurança, o mesmo relatou à equipe que trabalha como vigilante e que ele teria algemado a sua ex-mulher pois ela estava muito agressiva e não havia outra forma de contê-la.

O segurança acrescentou que estava em sua casa com sua namorada e com um casal de amigos, quando sua ex-mulher pulou o muro de sua residência e quebrou o trinco da porta da sala. Em seguida ela foi até os fundos da casa e quebrou a porta de vidro da cozinha, conseguindo abrir assim a porta e logo começou a agredi-lo, dando duas mordidas na região do tórax e quando o segurança tentou segurá-la, a ex deu-lhe um soco nos lábios e fez ameaças a ele e à sua namorada, inclusive que tem essas ameaças em forma de conversa gravadas no celular.

Sobre o fato dela ter invadido sua residência e causado todo o transtorno, o segurança também possui um vídeo que foi gravado no celular pelo seu amigo que se encontrava na residência. Ele acrescentou que na segunda-feira (11) registrou um boletim de ocorrência de ameaça na Delegacia de Apucarana.

Devido ao uso das algemas feito pelo segurança, a mulher estava se queixando de dores nos punhos e também relatou que o mesmo a empurrou contra o vidro da janela, causando um hematoma (galo na testa). Diante dos fatos o segurança e sua ex-mulher foram encaminhados até o Cartório do 10º BPM para as devidas providências.

Deixe seu comentário