17/04/2020

Ryan Lucas Roza  dos Santos, de 18 anos e D. J. R. S, de 16 anos, foram detidos pela equipe da Rocam, por suspeita de tráfico de drogas, Na noite desta quinta-feira (16), no Jardim Colonial, em Apucarana.

A Polícia Militar de Apucarana não tem dado trégua para traficantes e usuários de drogas no município.

Na noite desta quinta-feira (16), equipes do Programa de Policiamento com Motocicletas (ROCAM) e das Rondas Ostensivas Táticas Móveis (ROTAM) da PM informaram que durante trabalho conjunto prenderam

Ryan que completou 18 anos em março, ele seria funcionário do traficante vulgo “nenezão” elemento conhecido por comandar o tráfico de drogas na região, e apreenderam um adolescente de 16 anos, após “estourarem uma boca de fumo” situada na Rua João Andolfato, na região do Jardim Colonial, na zona leste da cidade.

No local os PMs localizaram 58 pinos de cocaína e cerca de 100 gramas de maconha (97,59 gramas do entorpecente), além de mais de R$ 200 em dinheiro em cédulas de diversos valores, que seriam provenientes do tráfico de drogas.

De acordo com o sargento Altermar, o menor foi apreendido pelo pessoal da Rocam dentro do imóvel onde estavam os entorpecentes e funcionava a “boca de fumo”. Já o rapaz de 18 anos, que seria o dono da “biqueira” (ponto de venda de drogas), tentou fugir, mas acabou alcançado e preso pela equipe da Rotam próximo à Associação da Aserfa.

Os dois foram detidos e levados pela PM junto com as drogas e o dinheiro apreendido à 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana para os procedimentos legais.

A Polícia lembra que a pena para os condenados pelo crime de tráfico de drogas é tipificado no artigo 33 e podem variar de cinco a 15 anos de prisão no caso do maior de idade. Já o menor é enquadrado em termo especial de ato infracional por comercializar entorpecente e pode ficar internado até 3 anos em centro de sócio-educação (Cense), dependendo da decisão judicial.

Deixe seu comentário