Foto: Lucas Leal - Canal 38

21/05/2021

Uma blitz conjunta da Polícia Militar de Apucarana, Guarda Municipal (GM) e a Superintendência Municipal de Trânsito e Segurança (comandada pelo major da reserva Vilson Laurentino da Silva), no final da Rua Ponta Grossa/começo da Rua Padre Severino Cerutti, iniciada por volta das 18 horas desta sexta-feira (21), resultou na abordagem de diversos veículos e fiscalização dos mesmos e dos documentos de seus condutores.

A iniciativa faz para da Campanha do Maio Amarelo, movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito

Foram apreendidas cerca de 20 motocicletas e lavradas várias notificações (multas) para motociclistas. Automóveis com irregularidades também foram apreendidos. Os veículos apreendidos foram levados para o pátio 15ª da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) e os proprietários devem comparecer ao órgão para regularizar a situação e retirar os veículos.

Um dos motivos da blitz foi o aumento no número de reclamações da comunidade sobre barulhos de escapamentos de motos. Caracteriza irregularidade no escapamento estando sem equipamento obrigatório ou ele inoperante ou ineficiente; com descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante. Em caso de flagrante, a multa é de natureza grave de R$ 195,23 mais cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A moto também é apreendida.

A blitz de hoje também registrou casos de motociclistas sem Carteira Nacional de Habilitação e veículos com licenciamento irregular. As blitz são constantes e servem como prevenção. Também são feitas blitz verificando condutores embriagados, documentação, condições de conservação dos veículos, entre outras situações. Um balanço final da operação ainda vai ser divulgado.

Major Vilson
Após se desincompatibilizar da Polícia Militar, onde trabalhou por mais de 31 anos, o major Vilson Laurentino da Silva assumiu recentemente a Superintendência Municipal de Trânsito e Segurança de Apucarana. Ele tem 50 anos, concluiu o curso de Formação de Oficiais da PMPR em 1998, sendo ainda formado em administração pública pela Unespar/Fecea e tem três pós-graduações na área de segurança, com ênfase em trânsito. O major tem como principais desafios encontrar soluções de trânsito para uma cidade que tem 90.565 veículos e ampliar o diálogo entre o Município e as forças de segurança.

1 COMENTÁRIO

  1. O mesmo deveria acontecer aqui em Cambira, onde não bastasse as motos e carros barulhentos durante o dia, entregadores de delivery fazem as ruas da cidade de pista de corrida, não respeitando quebra molas, velocidade, alem dos mesmos usarem escapamentos barulhentos que incomodam e acordam a todos.

Deixe seu comentário