03/10/2020

Relatório de ocorrências divulgado neste sábado (3) pelo 10º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Apucarana mostra que mais duas mulheres foram presas na cidade sob suspeita da prática do crime de tráfico de drogas.

Segundo a PM, uma mulher de 33 anos foi presa durante cumprimento de mandado de busca e apreensão em residência situada na Rua José Ciapina, no Núcleo Habitacional Marcos Freire, na zona norte da cidade. Na moradia os policiais militares localizaram 93 gramas de maconha, sendo um tablete maior e uma pequena quantidade “esfarelada” da mesma droga. Foram encontrados ainda no imóvel um montante em dinheiro em notas diversas, dois rolos de plástico filme e 3 aparelhos de telefones celulares. A ação policial teve apoio do cão de faro Nino, do Canil do 10º BPM.

Uma outra mulher foi presa na sexta-feira (3) por tráfico de drogas na Rua Sebastião Bertasso, no Residencial Sumatra, na zona leste de Apucarana. A PM recebeu informação que no endereço supracitado estaria ocorrendo tráfico de drogas. Chegando ao local a equipe montou vigilância para observar a residência, onde visualizou a movimentação de pessoas no imóvel, quando em certo momento um homem usuário de entorpecentes foi visto chegando no portão da casa e sendo recebido pela moradora. Nesse momento a PM deu voz de abordagem ao homem e à mulher. Foi perguntado a mesma se haveria drogas na residência e ela respondeu que sim, autorizando a entrada da equipe
na moradia, mediante autorização para busca domiciliar assinada pela mesma, segundo boletim de ocorrência da PM.

A mulher entregou à equipe uma mochila de cor azul que continha em seu interior dois tabletes de maconha pesando de 660 gramas, um invólucro plástico contendo em seu interior quantidade de cocaína que poderia render 320 pinos do tóxico (cada pino é vendido a R$ 10 cada),balança de precisão e um saco plástico contendo aproximadamente 700 eppendorfs “pinos” vazios, usados para embalar a cocaína para venda.

A mulher também entregou R$ 805 em dinheiro à PM, montante que teria sido obtido através do tráfico de drogas. No interior da residência estavam duas crianças filhas da mulher – uma de 7 anos de idade e outra de 1 ano e 8 meses de idade. Ambas as crianças foram deixadas sob os cuidados da avó materna. A PM acrescentou que o imóvel onde a mulher foi abordada é um ponto já conhecido pelo comércio de drogas ilícitas (biqueira), onde já foram realizadas apreensões de drogas e armas. O viciado que foi até o local comprar tóxicos acabou liberado porque não havia nada de ilícito com o mesmo. Já as drogas, o dinheiro e demais materiais apreendidos e as duas mulheres presas por tráfico de drogas foram encaminhados à 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana para os procedimentos legais.

Deixe seu comentário