20/09/2020

Detido estava fumando crack dentro de um carro e tentou fugir dos policiais militares quando foi iniciado um acompanhamento tático pela PM, que chamou a atenção de populares por conta de cenas cinematográficas durante a tentativa de fuga, inclusive com carro se chocando contra árvore e depois perdendo roda enquanto trafegava novamente.

Mais uma ocorrência envolvendo drogas e muita agitação foi registrada por policiais militares de Apucarana, às 9h30 deste domingo (20), na Rua Cuba , no Conjunto Habitacional Marcos Freire, na zona norte da cidade. Conforme boletim de ocorrência da PM, um homem de 37 anos foi preso no local por dirigir veículo sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH), por adquirir, vender, fornecer e produzir drogas, desobediência, resistência, conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência e lesão corporal. Após o suspeito ser abordado, a PM apreendeu 196 gramas de maconha, 32 eppendorfs de cocaína, 3 porções de crack, três facas, segundo os policiais, usadas para fracionar entorpecentes, e R$ 150 em dinheiro, além de um veículo Fiat Stilo que teve danos materiais significativos após se chocar contra uma árvore e perder roda em insistente tentativa de fuga.

Durante patrulhamento a PM visualizou dois indivíduos em atitude suspeita dentro de um Fiat Stilo de cor preta, que estariam fumando crack e ligaram o carro, saindo em alta velocidade ao avistarem a viatura. Foi iniciado acompanhamento tático pela PM e o veículo Fiat Stilo começou aumentar a velocidade. Foram utilizados sinais luminosos e sonoros (giroflex) determinando que o condutor do veículo parasse, ordem essa que não foi acatada. O carro seguiu em alta velocidade pela Rua Jamaica, cruzando as preferenciais da Rua Pedro Xavier e Avenida Itararé, quase vindo a colidir com um veículo GM Corsa que passava pelo primeiro cruzamento naquele momento. Na sequência o Fiat Stilo desceu pela Av. Itararé, colocando em risco várias pessoas que cruzavam a via pública naquele instante. Já na altura da rua Costa Rica com a Rua Raul Milano o veículo ficou desgovernado e chocou-se com uma árvore..

Mesmo assim o suspeito ainda conseguiu engatar marcha ré e retomar a fuga. Próximo ao início da Rua Cuba a roda dianteira direita do veículo se soltou, sendo que o mesmo ainda se deslocou por aproximadamente mais 300 metros onde finalmente o automóvel parou. Nesse instante, os dois indivíduos saíram em sentidos opostos, sendo que o passageiro foi contido e algemado junto a um portão. Já o motorista fugiu rumo a um terreno vazio segurando um objeto por dentro de sua camisa. Diante disso, a fim de manter a unidade da equipe, os dois PMs se uniram no encalço do suspeito, sendo que esse transpôs dois muros, conseguindo acessar os fundos de uma residência onde invadiu e se escondeu na mesma.

A equipe realizou a progressão no local encontrando o mesmo atrás de uma estante segurando uma faca grande. Foi dada voz de abordagem e ordenado que o mesmo soltasse a faca, momento em que o autor soltou a arma branca e tentou se evadir novamente. Ao ser segurado, o mesmo reagiu com força tentando torcer a mão do policial, sendo necessário a intervenção dos dois militares para a contenção do suspeito. Ele foi derrubado, entretanto este continuava a resistir com socos, empurrões, cotoveladas, cabeçadas e chutes. Por fim, a equipe conseguiu algemar, conter e conduzir o suspeito até a viatura. Foi encontrado em seu bolso a quantia de R$150,00 . Ao retornar ao local onde o passageiro se estava algemado o mesmo não foi encontrado, tendo conseguido soltar a algema e se evadir.

No carro foram encontradas três porções de crack. Em buscas pelo terreno por onde o preso passou foi localizado um saco de lixo contendo um tablete de maconha pesando 196 gramas, um pote contendo 32 eppendorfs de cocaína, além de um rolo de plástico filme (utilizado para embalar drogas) e um prato com uma faca pequena com resquícios de cocaína e crack (geralmente utilizado para fracionar crack). Ainda foi constatado que o homem não possuía CNH, sendo lavradas as notificações pertinentes e feita a remoção do veículo ao pátio do 10º BOM.

Ao ser questionado se fizera uso de álcool ou entorpecente, o mesmo afirmou que estava fumando crack dentro do carro quando iniciou-se o acompanhamento tático. Segundo a PM o detido apresentava os seguinte sinais de alteração de capacidade psicomotora: ironia, exaltação, agressividade e os olhos vermelhos. em tempo. Foi oferecida ao detido a possibilidade de deslocar até Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas este disse que dispensava qualquer atendimento médico. Ele foi levado junto com tudo que foi apreendido à 17ª SDP para os procedimentos legais.

Deixe seu comentário