Imagem/Arquivo

10/01/2021

Policiais militares de Apucarana prenderam uma mulher de 32 anos, às 2h19 deste domingo (10), na Rua João Volpato, no Residencial Sumatra 1, por perturbação do sossego, desacato, resistência e desobediência.

Segundo o boletim de ocorrência, O Copom informou a uma equipe da PM que na Rua João Volpato estaria ocorrendo uma perturbação do sossego alheio, onde uma mulher estava com o som em volume muito alto e gritando. Nas proximidades do local, a alguns quarteirões de distância, foi possível que os PMs ouvissem o som em volume alto e também as conversas, sendo observado entrada e saída de pessoas de dentro da casa para fora e de fora para dentro.

No local, em contato com a moradora, esta se encontrava bastante alterada, gritando mesmo antes da equipe conversar com a mesma. Foi realizada uma orientação para que ele desligasse o som, pois estava incomodando os vizinhos. Ela então passou a dizer para a equipe que não iria baixar o volume e que iria continuar a festa. Foi observado pelo lado de fora que o interior da residência estava cheio de pessoas, todos aparentemente menores de fora o interior da residência que estava cheia de pessoas, todas aparentemente menores. Após feita a orientação a equipe da PM se retirou do local para observar se resolveria o problema, porém de longe era possível ouvir a algazarra, gritos e xingamentos feitos pela mulher. Foi possível ouvir quando aumentaram ainda mais o volume do som.

Diante da situação a PM retornou até a residência e foi pedido para que ela viesse para fora da residência com as mãos na cabeça, sendo recusado pela mulher por várias vezes. Foi realizado adentramento no quintal, onde a mesma passou a empurrar a equipe, gritando. A PM empregou a força necessária e moderada para trazê-la até o camburão da viatura, onde foi colocada.

Foi acionado então o Conselho Tutelar pois alguns menores de idade não moravam na residência. Todos ficaram sob a responsabilidade do Conselho Tutelar para as devidas providências. A mulher foi encaminhada à 17ª SDP juntamente com o aparelho de som apreendido para as providências cabíveis.

Deixe seu comentário