07/10/2020

Um rapaz de 24 anos que estava preso por violência doméstica e foi colocado em liberdade na terça-feira (6) voltou a ser detido novamente pela Polícia Militar (PM) nesta quarta-feira (7) à tarde após agredir uma prima de 20 anos e sua avó de 81 anos, na residência da idosa, na Rua Pirapó, na Vila Paião, em Jandaia do Sul.

De acordo com o tenente Thiago Mendes, a moça de 20 anos manteve contato com o Copom informando que seu primo teria lhe agredido com socos que lhe causaram escoriações pelo corpo. Policiais militares foram até a casa onde estava a solicitante e esta relatou aos PMs que foi até a moradia de sua avó – uma senhora de 81 anos – levar um medicamento para a idosa quando na chegada à residência, seu primo, o qual esteve preso pelo crime de violência doméstica e teria sido colocado em liberdade na terça-feira (6), passou a ameaçá-la, dizendo que a mesma seria culpada de sua prisão e que a mataria.

O tenente Thiago acrescentou que em seguida o rapaz avançou contra a prima com socos e chutes, chegando a causar uma síncope momentânea na vítima. “Quando sua avó tentou contê-lo, a idosa também acabou atingida pelo neto e sofreu escoriações no seu braço esquerdo e no lado esquerdo de sua parte frontal da cabeça. A neta da idosa relatou ainda que após recobrar a consciência, as duas foram para a parte externa da residência e seu primo pegou um tijolo e ameaçou arremessar o objeto contra a mesma, mas ela conseguiu se desvencilhar, sair e fechar o portão da moradia”, relatou o oficial do 10º BPM.

A moça acrescentou que a todo momento seu primo dizia que mataria a todo custo. Quando os policiais militares chegaram, o agressor estava no quintal da residência e ao receber voz de prisão, tentou se evadir, sendo contido pela equipe. Foi necessário o uso de algemas para resguardar a integridade da equipe e do mesmo. A PM acrescentou que o detido apresentava nervosismo e agitação, pois conforme seus familiares, o mesmo faz uso de drogas regularmente e que nesta data usado entorpecentes.

“A neta da idosa apresentava escoriações pelos braços, pernas, boca e queixava-se de dores no couro cabeludo pois o primo teria segurado em seus cabelos, arrancando-os. O SAMU foi acionado, esteve no local para atendimento à idosa e sua neta e e após avaliação e realização de assepsia e curativos na avó, as mesmas dispensaram atendimento médico. As vítimas e o autor foram encaminhados inicialmente até a 2ª Cia da PM para lavratura do boletim de ocorrência e posteriormente levados até a Delegacia de Jandaia do Sul para procedimentos legais”, completou o tenente Thiago.

Deixe seu comentário