31/01/2021

Policiais militares do 10º BPM de Apucarana e vários outros batalhões, além da 2ª Companhia da PM de Jandaia do Sul, sob o comando do tenente Thiago Mendes, realizaram no final de semana a Operação Vida/Pronta Resposta junto com outros órgãos.

A Operação Vida também foi levada a efeito em outros municípios da região. As equipes da PM realizaram a operação com o objetivo de buscar a redução das taxas de homicídios dolosos e feminicídios, com ações voltadas para combater crimes transversais e a Operação Pronta Resposta, que tem como o intuito intensificar o policiamento preventivo e ostensivo como forma de coibir a prática de delitos. A PM realizou abordagens e saturação em diversos bairros.

A operação conjunta de fiscalização em Apucarana foi realizada na área central e em diversos bairros do município. Foram checados alvarás e outros documentos, vistoriados 14 estabelecimentos comerciais, cerca de 100 pessoas acabaram abordadas , 3 estabelecimentos foram fechados por falta de alvará, foram lavradas 2 notificações pelos Bombeiros e foi feita uma orientação a menor pelo Conselho Tutelar. Frequentadores dos estabelecimentos como bares, lojas de conveniências e tabacarias também foram revistados para que drogas e armas fossem retiradas de circulação. Um homem de 26 anos abordado em uma loja de conveniência na Avenida Curitiba, no centro de Apucarana, foi preso por suspeita de tráfico de drogas, ao esconder 20 pedras de crack na boca e tentar engolir o tóxico, mas não conseguiu por causa do grande volume. Com ele a PM apreendeu ainda R$ 57 em cédulas trocadas. O homem, o crack e o dinheiro foram levados à 17ª SDP para os procedimentos legais. Duas motocicletas também foram apreendidas por conta de pendências administrativas.

MAJOR VILSON
O major Vilson Laurentino da Silva falou sobre a Operação Vida/AIFU realizada na sexta-feira (29) à noite em Apucarana e outras cidades da região. “A Polícia Militar nesta sexta-feira à noite deflagrou a operação denominada Vida e AIFU ao mesmo tempo. Estivemos trabalhando com diversos órgãos, entre os quais o Corpo de Bombeiros e a Prefeitura para fazer fiscalização de alvarás, a Vigilância Sanitária, o Conselho Tutelar, com diversos policiais militares empenhados, não só os policiais militares do setor ostensivo, mas o efetivo administrativo, como também policiais de Marilândia do Sul, Mauá da Serra e Califórnia. Também fizemos diversas abordagens em todo este eixo e nos distritos com objetivo de dar mais ostensividade à Polícia Militar e visibilidade às Forças de Segurança, atuando sempre em conjunto com as Prefeituras e Conselhos Tutelares e para dar mais visibilidade às Forças de Seguranças. Foram 3 estabelecimentos fechados por causa de alvará e um homem foi preso em Apucarana portando 20 pedras de crack dentro de um estabelecimento comercial. Foram fiscalizados 14 estabelecimentos e abordadas cerca de 100 pessoas, somando o trabalho em todos os municípios nos quais foi realizada a operação, determinada pelo comandante-geral e comandante do 10º BPM em todo o Vale do Ivaí”, disse o major Vilson.

Deixe seu comentário