Foto: Ed. Ferreira - RTV Patrulha - Canal 38

04/05/2021

O delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, doutor Marcus Vinícius da Rocha Rodrigues, concedeu entrevista na tarde desta terça-feira (4) ao repórter e apresentador Paulo Farias, do Programa Patrulha da Cidade, do Canal 38, durante a qual falou sobre os cumprimentos de dois mandados de prisão levados a efeito por agentes do setor de Furtos e Roubos.

De acordo com o Doutor Marcus, foram presos um homem acusado de roubo praticado no ano de 2016, e uma mulher condenada a mais de 19 anos de prisão pelo crime de estupro de vulnerável em 2013. Ambos tiveram regressão de regime.

“Hoje os investigadores do setor de Furtos e Roubos aqui da Delegacia de Polícia de Apucarana saíram em diligências para realizar o cumprimento de alguns mandados de prisão que estavam expedidos e a gente tinha informação de que essas pessoas estavam aqui na cidade de Apucarana. Foram levantadas algumas informações pelos investigadores; na parte da manhã nós demos cumprimento a um mandado de prisão em razão de regressão de regime de um indivíduo que já vinha respondendo pela prática do crime de roubo desde 2016. Os policiais tinham informações onde ele estava no distrito do Pirapó, foram até o local e deram cumprimento ao mandado de prisão recolhendo o indivíduo aqui no minipresídio de Apucarana.

E agora na parte da tarde, dando continuidade a essas diligências no sentido de cumprir esses mandados de prisão de pessoas que estão aqui na Comarca de Apucarana com mandado em aberto, os investigadores do setor de Furtos e Roubos conseguiram localizar uma pessoa do sexo feminino que foi condenada a mais de 19 anos de prisão e com mandado de prisão em aberto pelo crime de estupro de vulnerável, ocorrido em 2013. Ela estava em um barracão abandonado na cidade de Apucarana e assim que a localizaram, os policiais também deram cumprimento ao mandado de prisão, recolhendo esta pessoa aqui no minipresídio em Apucarana. Este mandado dela também é por regressão de regime e a gente até acha que ela estava escondida no barracão para escapar da ação policial”, afirmou o delegado Marcus.

Deixe seu comentário