09/07/2020

Investigadores da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana cumpriram mandado de prisão preventiva, no início desta manhã (09/07), expedido pela Poder Judiciário de Rio Claro, no interior do Estado de São Paulo, em desfavor de José Jacinto Neto, acusado da prática do crime de homicídio.

Em Apucarana foi cumprido mandado de busca e apreensão na casa de um traficante, que conseguiu fugir, mas na moradia foram apreendidos R$ 2.500 em dinheiro e uma quantidade significativa de maconha.

A diligência para prender o homicida foi realizada na cidade de São João do Ivaí pelos investigadores do Setor de Homicídios Roberto e Pará, onde o foragido estava escondido.

Os policiais receberem informações sobre o paradeiro de José Jacinto Neto, foram para São João do Ivaí, e efetuaram a sua prisão, na Rua Aparecido Bezerra Guedes, no centro da cidade.

A prisão será comunicada ao Poder Judiciário de Rio Claro (SP), e o preso foi recolhido no Mini Presídio da cidade de Apucarana.

Mandado de busca por tráfico
Em outra ocorrência, investigadores do Setor de Narcóticos cumpriram mandado de busca e apreensão em uma residência localizada no bairro Vila Apucaraninha, após investigações apontarem que estaria ocorrendo a prática do crime de tráfico de drogas.

De acordo com o delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP), Marcus Felipe da Rocha Rodrigues, durante as diligências, os policiais localizaram 177 gramas de maconha, balança de precisão, e mais de dois mil e quinhentos reais em dinheiro.

“O investigado fugiu do local quando percebeu a presença dos policiais civis. E conforme relato da equipe policial, ele mantinha um espelho voltado para o corredor de acesso da residência, como forma de monitorar a chegada da polícia, circunstância que dificultou sua captura. Ainda assim, três indivíduos, que foram até a residência para adquirir e usar drogas, foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Apucarana para as providências cabíveis”, afirmou o doutor Marcus.

Os três foram ouvidos e liberados. O delegado acrescentou que as investigações prosseguem, e o indivíduo que empreendeu fuga durante a operação policial será indiciado pela prática do crime de tráfico de drogas.

Deixe seu comentário