29/01/2021

Uma operação policial foi realizada nas cidades de São João do Ivaí e Godoy Moreira, na madrugada desta sexta-feira (29 de janeiro), por policiais civis e militares para prender suspeitos de envolvimento em um homicídio que ocorreu em setembro de 2020, na localidade conhecida como “Prainha”, no município de São João do Ivaí.

Na ocasião, Marailton José da Silva, de 54 anos, morador de Godoy Moreira, foi assassinado a tiros. Policiais da 17ª SDP de Apucarana e de Jandaia do Sul também participaram do cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão, que resultaram na prisão de um homem e na apreensão de duas armas e maconha.

Marailton teve o carro alcançado por ocupantes de uma motocicleta e foi morto na frente de familiares. Após o crime, o Delegado de Jandaia do Sul, Doutor Gustavo de Pinho Alves, que também está respondendo pela Delegacia de São João, iniciou investigações para elucidar o crime. Estes levantamentos resultaram no trabalho policial feito nesta sexta-feira (29). A operação foi realizada pela Polícia Civil, Polícia Militar de São João e Godoy Moreira, sob o comando do Cabo Machado, e a equipe do Canil do 10º Batalhão. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas duas cidades.

Em São João do Ivaí, em uma casa no Bairro Alceu Marcos, foram localizadas duas armas: uma pistola 380 e um revólver calibre 32, ambos municiados. O homem que assumiu a posse das armas foi preso. Também foi apreendida uma porção de maconha. Já em Godoy Moreira, nada de ilícito foi encontrado, mas celulares acabaram apreendidos, os quais serão objetos de investigação. Com a realização da operação a Polícia espera confirmar as suspeitas que recaem sobre os supostos autores do homicídio, com outros desdobramentos em relação ao caso.

Deixe seu comentário