05/04/2022

Uma mulher relatou ontem (4) para reportagem do Canal 38 que ficou mais de 5 horas com seu filho na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Apucarana esperando para que o menino fosse atendido. Ele estava vomitando, com febre e fraqueza e, segundo a mulher, foram horas de sofrimento esperando por atendimento médico.

Reclamações como essa são feitas frequentemente à redação do Canal 38/Portal 38 News, do povo descontente com o atendimento na área de Saúde Pública em Apucarana, principalmente com a forma como é feito o atendimento na UPA, com superlotação e longas filas onde ficam desde bebês até pessoas idosas aguardando durante horas por uma consulta, pois chamam para a triagem para aparentar que não tem fila e depois a espera é longa no interior da UPA.

A UPA de Apucarana passa pelo maior caos de sua história, desde a entrada em funcionamento da unidade, em 11 de fevereiro de 2012.

Muitas pessoas reclamam da demora no atendimento, da aglomeração de pacientes com problemas de saúde diversos, bem como crianças e mulheres grávidas presentes no local. Falta médicos na UPA. Pacientes lotam a recepção e a triagem.

Enquanto isso, todos os apucaranenses lembram da promessa feita pelo prefeito Sebastião em 9 de abril de 2021, quando o alcaide garantiu que entregaria um novo hospital para Apucarana até o segundo semestre de 2022. Vale ressaltar que um montante expressivo de recursos, via emendas parlamentares, já foi liberado por deputados para a viabilização do novo hospital público em Apucarana, com um total em torno de R$ 3 milhões.

Contagem Regressiva

Faltam 04 dias para completar aniversário da promessa do prefeito Sebastião do novo hospital para Apucarana.

Faltam 86 dias para terminar o primeiro semestre, prazo para inaugurar novo hospital para Apucarana, obra que sequer começou.

E faltam apenas 825 dias para acabar o mandato do prefeito Sebastião.

Deixe seu comentário