14/11/2020

Reclamações relacionadas ao atendimento na Saúde Pública em Apucarana acontecem diariamente.

O repórter e apresentador do Jornal da Manhã, Marcio Silvestre do Canal 38 entrevistou uma moradora do residencial Sumatra, nesta sexta-feira (13) criticando o atendimento recebido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na Rua Desembargador Clotário Portugal.

Aline dos Santos, moradora do Residencial Sumatra, bairro muito distante da UPA, contou que esteve pela manhã no local, foi atendida com demora, como sempre, tomou remédio, e depois teve que retornar à tarde porque estava novamente com cólica, mas não conseguiu atendimento porque o sistema estava fora do ar. “Sempre demora e já até perdi um trabalho de diarista por causa dessa demora”, afirma Aline.

Uma outra mulher que também esperava há bastante tempo por atendimento reclamou da morosidade na UPA à reportagem do Canal 38.”É muita demora, estamos aqui desde as 8 horas. Buscopan temos que comprar a R$ 20 porque não tem na UPA. Ninguém resolve nada. A Saúde está um caos. A gente precisa de Saúde e está uma vergonha em Apucarana”, disse a mulher indignada em desabafo à reportagem do Canal 38.

A população reclama da Saúde Pública em Apucarana, cidade do secretário de Saúde Beto Preto, que não conseguiu cumprir sua promessa e resolver os graves problemas existentes desde quando assumiu o comando do município em 2013.

Deixe seu comentário