03/07/2020

O prefeito de Apucarana, Júnior da Femac, reagiu de uma forma inesperada em se tratando de uma pessoa que ocupa importante cargo público, ao tentar impedir, nesta quinta-feira (2), que uma equipe do Canal 38 fizesse reportagem sobre obra na Avenida Rio de Janeiro, que liga a Avenida Curitiba à Avenida Minas Gerais/Avenida Carlos Schmidt, na área central de Apucarana.

Após a obra, a Avenida Rio de Janeiro passará a ter mão dupla, com foco em melhoria na mobilidade urbana.

Quando o prefeito percebeu a presença da equipe do Canal 38 no local da obra, fez olhar fixo e de forma intimidadora e de imediato pediu que não fossem feitas filmagens no local e também não quis falar sobre os trabalhos realizados na Avenida Rio de Janeiro, além de não explicar o motivo pelo qual não queria que as filmagens fossem realizadas, como se ele como prefeito pudesse tentar censurar e impedir o trabalho da imprensa.

O repórter do Portal de Notícias do Canal 38 ainda tentou saber de Junior da Femac sobre o caso do Centro de Convivência do Idoso, pois no local estava abrigando uma pessoa com suspeita de coronavírus, mas o prefeito disse que não iria falar do assunto e saiu do local.

Veja imagens:

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu não acredito em, mais nada do que esse prefeito fala. Descobri que ele é um pau mandado do Gordo Preto.
    É um verdadeiro 171.
    Acredito que vai haver justiça ainda na cidade.
    O GAECO vai fazer uma limpa de secretários, assessores e puxa saco do Jr.

  2. Será que o ex alcaide proibiu ? O canal 38 é de Apucarana, os profissionais são sérios, será que se fosse a REDE MASSA OU RPC o prefeito dava entrevista ou permitia a filmagem? Uma coisa eu sei, isso não é do Juninho, eu o conheço a anos.

Deixe seu comentário