16/01/2021

A Prefeitura de Arapongas, através da Secretaria Municipal de Saúde, informou neste sábado (16/01) à noite, o registro de 40 novos casos, 35 curados e 01 óbito por COVID-19 no município.

Agora o município chega a 8.202 casos dos quais 7.251 já estão curados (88,4%), 790 ainda estão com a doença e 161 infelizmente vieram a óbito. Ao todo, já foram realizados 36.618 testes.

Sobre os casos, a Secretaria de Saúde informa que:
161º óbito, ocorrido em 16/01: Paciente do sexo feminino, 68 anos, com comorbidades, realizado coleta do exame 06/01 com resultado positivo divulgado em 06/01, internada devido às comorbidades e recebido alta recentemente, vindo a óbito hoje, 16/01 na residência. A Prefeitura de Arapongas por meio da Secretaria Municipal de Saúde se solidariza com os familiares.

O município possui 516 casos que aguardam resultados. Entre os resultados dos testes públicos e privados realizados no município, foram divulgados 73 resultados negativos nesta data.
Os resultados abaixo divulgados, em sua maioria, são provenientes de exames realizados a partir do dia 08/12.

Entre os 40 casos confirmados, 22 são do sexo feminino com as respectivas idades: 02, 02, 04, 12, 18, 20, 22, 23, 27, 31, 32, 36, 38, 47, 50, 51, 55, 56, 60, 65, 68 e 71 anos.
Do sexo masculino, foram diagnosticados 18 pacientes com as respectivas idades: 10, 14, 15, 16, 17, 19, 20, 21, 27, 30, 40, 40, 42, 46, 58, 59, 60 e 63 anos.

Referente aos pacientes de Arapongas com COVID-19, o município possui 06 pacientes internados em leitos de UTI e 05 pacientes internados em leito de enfermaria.
Referente aos leitos hospitalares em Arapongas, a ocupação informada pelo hospital hoje é de 57,5% dos 40 leitos de UTI e de 57,5% dos 40 leitos de enfermaria.

Referente aos leitos hospitalares em Arapongas, houve aumento dos leitos exclusivos para COVID-19 do Hospital de referência pela SESA-PR a partir de 01/01/2021. O Hospital conta atualmente com 40 leitos de UTI e 40 leitos de enfermaria.

A Secretaria de Saúde de Arapongas reforça a importância de que a população siga as orientações dos especialistas, mantendo os cuidados de higiene, usando máscaras e evitando aglomerações, inclusive em festas e confraternizações familiares.

Deixe seu comentário