24/03/2020

Presidente da Alep retira de pauta projeto que proibia Copel e a Sanepar de cortar fornecimento de água e luz.

O deputado delegado Jacovós, relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), já havia dado parecer favorável à proposta para proibir a Copel e a Sanepar de cortar a conta de água e luz durante 180 dias, até diminuir a crise provocada pela Covid-19.

O projeto de lei que tramitava na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) proibindo a Copel e a Sanepar de realizar cortes no fornecimento de água e luz dos paranaenses cadastrados na Tarifa Social durante os próximos 180 dias foi retirado de pauta pelo presidente da Casa, deputado Ademar Traiano.

O projeto, que seria votado hoje na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), já tinha parecer favorável do relator, deputado delegado Jacovós.

Sem ouvir qualquer argumentação dos membros da CCJ, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano, disse que o projeto poderia “prejudicar a Copel e Sanepar na área econômica”.

Alguns deputados chegaram a comentar que faltou “sensibilidade social” ao presidente da Alep, Ademar Traiano, ao retirar de pauta um projeto que beneficiaria as famílias necessitadas no Paraná.

1 COMENTÁRIO

  1. Só tarifa social? Contas de agua e energia, Deveriam deixar de cobrar é de todos. Quem não está trabalhando não tem como pagar. Deveria ter um canal de inscrição para aqueles que foram obrigados a não trabalhar, inclusive empresas que foram obrigadas a parar, para que solicitem a isenção enquanto durar o distanciamento social.

Deixe uma resposta