07/04/2021

O projeto de lei, de autoria do deputado Arilson Chiorato (PT), pede título de utilidade pública para a Associação de Pais e Amigos dos Autistas Apucaranenses (AMAA).

A matéria já passou pela Comissão de Constituição e Justiça e foi aprovada por unanimidade na primeira votação pelo plenário da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), nesta segunda-feira (05).
O deputado Arilson Chiorato explica que, em breve, o projeto deverá passar pela segunda e terceira votação em plenário. “Após as votações, o projeto será encaminhado para sanção do governador e, ao ser publicado no diário oficial, passar a ser lei. Esse projeto é um grande avanço ao que tange aos direitos dos autistas em Apucarana e região, porque a AMAA presta um excelente trabalho de acolhimento e integração dos autistas e suas famílias”, pontua.

Arilson observa que abril é o mês de conscientização do autismo. “Estamos no mês da conscientização, mas a AMAA trabalha todos os dias para garantir os direitos da pessoa autista, levando informações e garantindo atendimento adequado, não só para Apucarana, mas também para pessoas de cidades vizinhas”, frisa.

Para o deputado, o título de utilidade pública virá para fortalecer o trabalho da AMAA. “Acompanho há anos o trabalho da Associação e, em breve, sairá o título de utilidade pública, para fortalecer ainda mais as atividades desenvolvidas pela AMAA”, afirma.

A presidente da Associação de Pais e Amigos dos Autistas Apucaranenses, a psicóloga Maria Honorato, comenta que título de utilidade pública trará diversos benefícios. “Poderemos receber doações do Nota Paraná, doação do imposto de renda por pessoas físicas e jurídicas, repasse de verba parlamentar direto para a Associação, entre outros”, cita.

Deixe seu comentário