21/09/2021

Em alguns municípios já é proibida por lei a circulação de carroças com uso de tração animal no perímetro urbano.

E tramita na Câmara Municipal de Sarandi um Projeto de Lei dessa natureza. O documento prevê a proibição do uso de animais equinos, bovinos e raças semelhantes em carroças para transporte de carga ou de pessoas.

O projeto é da vereadora Irene Moura. O objetivo é evitar maus-tratos e exploração dos animais, e evitar acidentes envolvendo carroceiros, diz a vereadora. E, segundo ela, há um outro problema: casos de crianças conduzindo as carroças. “O meu objetivo é inibir os maus tratos. A circulação de veículos de tração animal tem sido um transtorno, e estamos com esse projeto para diminuir os maus tratos de animais em Sarandi, a evasão escolar, a degradação do meio ambiente. Não estou generalizando, mas existem carroceiros que não cuidam de seus animais, vemos carroças carregando entulhos pela cidade, crianças conduzindo carroças ao invés de estar na escola”, disse.

O projeto foi aprovado pela maioria dos vereadores de Sarandi em primeira discussão e foi adicionada ao documento uma emenda que prevê assistência e capacitação às pessoas que não tem outra forma de se sustentar.

O projeto também prevê a proibição da circulação de animais com cargas, estando o condutor montado nele ou não, e a permanência desses animais, amarrados ou não, em vias públicas. Fonte: GCM Maringá

Deixe seu comentário