Foto: Canal 38

18/07/2020

Três incêndios ambientais, popularmente chamados de queimadas, exigiram trabalho redobrado do Corpo de Bombeiros de Apucarana.

Às 18h20 a corporação foi acionada para combater fogo em vegetação no km 252 da BR-376.

Já às 17h38 os Bombeiros debelaram chamas nas redondezas do numeral 5157 do Contorno Sul de Apucarana.]

E às 16h20 outro incêndio ambiental, desta vez no km 271 da BR-369, exigiu mobilização de equipe do Corpo de Bombeiros de Apucarana.

A queimada sem licença de órgão ambiental é tida como incêndio criminoso e é punida pela Lei de Crimes Ambientais. O tempo seco no inverno favorece as queimadas ou incêndios ambientais.

Com a seca e muitas vezes com a ajuda do capim alto, qualquer fagulha ou ponta de cigarro pode provocar grandes queimadas, destruindo matas e árvores nativas e colocando em risco até casas e outras edificações com o alastramento das chamas.

PROBLEMAS RESPIRATÓRIOS
Os incêndios ambientais também provocam problemas respiratórios nas pessoas e prejudicam a fauna e a flora. A recomendação nesses casos é manter contato com o Corpo de Bombeiros rapidamente pelo fone 193.

CRIMES AMBIENTAIS
As queimadas são consideradas crimes ambientais, que podem resultar em penas de seis a quatro anos de reclusão, além de multa.

Deixe seu comentário