O corpo de Douglas Henrique Trizotti, de 25 anos, é velado na Capela Mortuária Central de Apucarana

07/11/2020

O corpo de Douglas Henrique Trizotti, de 25 anos, é velado na Capela Mortuária Central de Apucarana e o sepultamento está marcado para as 17h30 deste sábado (07/11), no Cemitério Portal do Céu, em Apucarana.

Ele morreu na noite de sexta-feira (6) durante confronto com policiais militares na cidade de Londrina.

Segundo informações da PM, um veículo Voyage havia sido roubado de um motorista de aplicativo por volta das 20 horas. Os criminosos teriam utilizado uma arma no assalto e fugiram no sentido Vista Bela. Diante das informações, os policiais iniciaram uma ronda ostensiva na região. Nas proximidades da estrada rural que divide o Vista Bela e o Maria Celina, foi visto um carro com as mesmas características do crime. A PM anunciou a abordagem, mas o condutor se evadiu e iniciou-se o acompanhamento tático com sinais luminosos e sonoros. Os policiais informaram ainda que os suspeitos dispararam quatro vezes contra a viatura, que revidou e pediu apoio.

Alguns disparos atingiram um pneu do Voyage, que acabou parando na rua Aurélio Luiz Bergamin. O trio saiu do veículo e correu para dentro de uma residência – um deles com arma em mãos. Um dos indivíduos foi abordado e detido.

A equipe da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) foi averiguar as casas e, ao entrar em uma delas, um suspeito saiu com as mãos levantadas, se rendeu e confirmou a participação no assalto. Havia dois mandados de prisão em aberto contra ele expedidos pela Vara de Execuções Penais de Londrina.

Ao continuar a vistoria na residência, os policiais viram, pela janela, o suspeito com uma arma de fogo. Foi solicitado que ele largasse a arma, mas a ordem não foi acatada e os policiais dispararam. O Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) constataram o óbito. Polícia Civil, Criminalística e IML (Instituto Médico-Legal) compareceram ao local.

A PM identificou o agressor como Douglas Henrique Trizotti, de 25 anos, que tinha mandado de prisão em aberto pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Apucarana. Trizotti portava um revólver Taurus calibre .38, com duas munições deflagradas e uma intacta.

Deixe seu comentário