25/02/2021

Relatório de ocorrências do 10º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Apucarana divulgado nesta quinta-feira (25) mostra que o Copom foi acionado por uma moça de 17 anos, que está na 20ª semana de gestação e reside na Rua Emiliano Perneta, no Jardim Ponta Grossa, às 19h25 de quarta-feira (24), depois que o companheiro da mesma, de 20 anos, empurrou a grávida no chão, colocando a perna no pescoço da mesma com o objetivo de asfixiá-la.

O agressor foi preso pelos policiais militares em razão de lesão corporal e violência doméstica.

Conforme boletim de ocorrência da PM, depois de uma discussão verbal, o companheiro da grávida tentou asfixiá-la e também deu diversos socos na cabeça e no tórax da vítima, além de várias chineladas no rosto e pescoço da mesma e ameaçá-la de morte.

Por conta das agressões, a moça gestante ficou com uma vermelhidão no pescoço, além de escoriações no antebraço direito e um corte em dedo da mão esquerda. Ela foi agredida e ameaçada pelo companheiro na frente do filho do casal, de apenas um ano de idade.

Policiais militares foram até a residência do casal e prenderam o rapaz de 20 anos. Ele foi algemado e levado à 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana para os procedimentos legais.

Deixe seu comentário