13/07/2021

O relatório com dados das investigações sobre a situação da variante delta no Paraná, deve ser divulgado nesta terça-feira (13). Um dos pontos de base de avaliação é Londrina. Da cidade partem as pesquisa dos casos confirmados em Rolândia (1), Apucarana (4) e Mandaguari (1).

A investigação busca confirmar o estágio da transmissão da nova cepa. Os dados coletados durante as atividades também vão ser encaminhados para uma central (EpiInfo), que vai gerar as informações para avaliações e análises.

A outra base no estado fica em Francisco Beltrão.

Esta terça é o quarto dia de apurações. Nesta segunda-feira (12) foi feita uma nova rodada de discussões técnicas e entrevistas. As análises contam com participação de uma equipe do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde, ligado ao Ministério da Saúde.

Os investigadores definiram a forma de abordagem para avaliar a circulação viral dessa cepa. Um questionário único será a principal ferramenta da pesquisa epidemiológica. O instrumento foi discutido com profissionais da Vigilância do Estado e dos municípios, buscando ressaltar as características locais e regionais.

Mesmo com focos em três macrorregionais diferentes ainda não há transmissão comunitária.

“É um momento de discussão conjunta e também de aprendizado para todos nós que atuamos na pandemia. A busca pelo cenário da circulação viral é fundamental para a logística das ações municipais”, afirmou a representante da Secretaria Municipal de Saúde de Rolândia, Elaine da Silva Zampa.

Deixe seu comentário