02/07/2020

Os “gerentes do tráfico” apostam na impunidade que a legislação vigente propicia para os menores de 18 anos e frequentemente convencem adolescentes em situação de vulnerabilidade social e econômica, geralmente de famílias desestruturadas, a ingressar em esquemas para a comercialização de entorpecentes, como mostra uma ocorrência do relatório do 10º Batalhão da Polícia Militar (BPM) divulgado nesta quinta-feira (2).

De acordo com equipes das Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicleta (Rocam) e do Canil da PM, um adolescente de 16 anos foi apreendido traficando drogas, às 13h42 de quarta-feira (1/7), Rua Emílio Kretushi, no Jardim Figueira, pela 3ª vez em menos de uma semana.

Uma equipe da Rocam realizava patrulhamento no Jardim Figueira quando um adolescente suspeito e já conhecido no meio policial saiu correndo quando visualizou a viatura. O suspeito foi alcançado e em busca pessoal nada foi localizado, porém em buscas em uma calçada não pavimentada foram localizadas 53 pedras crack.

Em outro terreno baldio acabaram achados 13 pinos de cocaína. Foi solicitado o apoio da equipe do Canil, que localizou próximo ao local da abordagem, em uma casa abandonada, 100 gramas de maconha.

Diante da situação,o menor foi apreendido por ato infracional de tráfico de drogas e encaminhado junto com os tóxicos até a 17ª Subdivisão Policial (SDP) para providências legais. A PM reiterou que o mesmo adolescente foi encaminhado à 17ª SDP pela terceira vez por tráfico de drogas no mesmo local em menos de uma semana.

Veja mais na programação jornalística do Canal 38

Deixe seu comentário