03/10/2020

A reincidência de menores em atos infracionais de tráfico de entorpecentes vem chamando a atenção em Apucarana, por conta da falta de um local apropriado para internamento desses adolescentes em conflito com a lei.

Na noite desta sexta-feira (2), uma equipe da Rotam da Polícia Militar (PM) apreendeu um adolescente de 14 anos, já conhecido no meio policial, sob suspeita de que o mesmo estaria praticando ato infracional de tráfico de droga na Rua Zulmira, no distrito da Vila Reis, na zona sul do município.

De acordo com a Rotam, o menor acabou abordado depois que a equipe recebeu informação anônima sobre a ação delituosa do menino, que estaria de bicicleta. Com o menor foram apreendidas 13 porções de cocaína e pequena quantia em dinheiro. Diante dos fatos, foi dada voz de apreensão ao adolescente e os policiais militares o encaminharam junto com a cocaína à 17ª Subdivisão Policial (SDP) para elaboração de Termo Especial de Ato Infracional. A equipe da Rotam acrescentou que essa é a segunda vez que o garoto é apreendido com o mesmo tipo de droga em menos de 15 dias. O caso vai ser relatado ao Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente e à Promotoria da Infância e Juventude.

Cense em Apucarana
Vale ressaltar que o presidente da Câmara de Vereadores de Apucarana, Professor Luciano Augusto Molina, e o deputado delegado Jacovós têm trabalhado de forma intensiva há muito tempo para que seja construído um Centro de Socioeducação (Cense) em Apucarana, destinado a receber menores infratores, justamente para que não faltem vagas para internamentos e a reincidência de adolescentes em atos infracionais seja banalizada. Recentemente o deputado delegado Jacovós, em consonância com o vereador Molina, anunciou que o governo do Estado liberou a execução de projeto com custo aproximado de R$ 14 milhões para a construção de um Cense em Apucarana.

Deixe seu comentário