09/01/2022

A Sanepar alerta que fraudes e irregularidades no sistema de abastecimento de água podem gerar prisão e multa. As fraudes nas ligações e hidrômetros são consideradas crime de furto qualificado, passível de penalidade.

A água é considerada patrimônio público e eventual artifício usado para alterar o consumo nos hidrômetros poderá ser considerado furto qualificado, pelo emprego de fraude, e a pena prevista para furto é de reclusão de um a quatro anos, além de multa.

Em caso desse tipo de crime, a Sanepar pode registrar Boletim de Ocorrência nas delegacias para que o responsável responda pelo crime junto às autoridades policiais. Além disso, é cobrada multa para cada infração, podendo chegar a 12 vezes o valor da fatura mensal do cliente.

Ainda de acordo com a Sanepar, o cliente tem prazo de 24 horas para regularizar as pendências junto à Companhia, sob o risco de ficar sem o abastecimento. Fonte: Sanepar.

Deixe seu comentário