06/09/2020

A Sanepar divulgou nota neste sábado (5) relatando que a estiagem prolongada e a crise hídrica que ocorre no Paraná está afetando os sistemas de abastecimento de água em Lunardelli, Mauá da Serra e Faxinal. Em Lunardelli, o Córrego Barreiro apresenta redução no volume de água de cerca de 15%, conforme a Sanepar.

Já em Mauá da Serra, os poços artesianos perderam em torno de 30% da capacidade de produção de água. E em Faxinal, com a redução da vazão da mina a produção de água diminuiu em cerca 20%. Por outro lado, nos três sistemas a Sanepar registra aumento no consumo na faixa de 20%. Com isso, não está sendo possível atender a demanda da população, o que provoca, em determinados períodos a falta temporária de água.

Para amenizar a situação, foram disponibilizados caminhões-pipa para auxiliar no abastecimento. Dependendo do consumo, é possível que o fornecimento de água nas três cidades só volte à normalidade na madrugada do domingo (6) e será de forma gradativa.

No momento, é imprescindível que todos colaborem, adotando hábitos de consumo racional da água. A orientação é para que seja priorizado o uso para alimentação e higiene pessoal. As limpezas mais pesadas, como lavagem de carros, calçadas e fachadas, devem ser adiadas até que a situação se normalize.

Reaproveitar a água do tanque e da máquina de lavar roupas pode contribuir muito com o consumo consciente. O reuso dessas águas pode ser aplicado na limpeza, no vaso sanitário e na rega de hortas e jardins. Reduzir o tempo do banho, fechar as torneiras durante a lavagem da louça, da escovação de dentes e do barbear são ações pequenas que representam muito na economia de água. As informações são da Sanepar.

Deixe seu comentário