O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, reuniu as 22 Regionais nesta segunda-feira (22) para alinhar novas ações da pasta, de maneira descentralizada. Cada uma das regionais foi representada pelo diretor ou servidor responsável para expor dificuldades e dúvidas nos mais diversos assuntos relacionados ao futuro da Saúde do Estado. - Curitiba, 22/11/2021 - Foto: Américo Antonio/SESA

23/11/2021

Encontro abordou panorama de atividades relacionadas à Vigilância Ambiental, Epidemiológica e Sanitária, obras em andamento, além da pandemia. O secretário reforçou a importância de prosseguir com a vacinação.

O alinhamento de novas ações da Secretaria estadual da Saúde (Sesa), de maneira descentralizada, foi o assunto de reunião, nesta segunda-feira (22), do secretário Beto Preto com os diretores das 22 Regionais da pasta. Cada uma foi representada pelo diretor ou servidor responsável para expor dificuldades e dúvidas nos mais diversos assuntos relacionados ao futuro da saúde do Estado.

As equipes da Sesa apresentaram o panorama de atividades relacionadas à Vigilância Ambiental, Epidemiológica e Sanitária, questões relacionadas à pandemia, além de obras em andamento. “Ficamos muito tempo sem poder nos reunir presencialmente e, agora, olhando no olho das nossas lideranças regionais conseguimos realinhar as expectativas do pós-covid, entre outras demandas diárias em todo o Estado”, disse Beto Preto.

O secretário também ressaltou a campanha de vacinação contra a Covid-19 no Paraná, destacando a importância da continuidade das ações. “As equipes municipais fizeram um excelente trabalho até agora, de domingo a domingo, mas precisamos nos conscientizar que esta guerra ainda não acabou e o esforço das direções das Regionais nesta articulação com os municípios faz muita diferença”, disse.

A busca ativa por pessoas que não retornaram para tomar a segunda dose é indispensável para o controle da doença. “A vacinação precisa continuar e a completude do esquema vacinal com duas doses, e agora com a dose reforço, é primordial para vencermos este vírus”, acrescentou.

DENGUE – O enfrentamento da dengue no Paraná também foi destaque durante a reunião. Segundo a Lei nº 12.235/2010, o penúltimo sábado de novembro é considerado o Dia Nacional de Combate à Dengue, com o objetivo de mobilizar os setores público e privado, além da população, para que realizem ações de combate ao mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti. Este ano, o Ministério da Saúde instituiu a data para esta sexta-feira (26).

O secretário aproveitou a data para anunciar que os automóveis das equipes de campo da coordenadoria da Vigilância Ambiental serão substituídos por 42 caminhonetes zero km para a Central de Ultra Baixo Volume (UBV), que faz a aplicação fumacê, e Núcleos de Vigilância Entomológica. Esta deve ser a maior renovação da frota deste setor.

Deixe seu comentário